Notícias da diocese › 09/02/2021

Sineiro.com: saiba como você pode localizar missas das paróquias da Diocese de Osório

Sineiro.com é relançado na Diocese de Osório, com design renovado, informações de missas presenciais e online, além de possibilitar pesquisa por igreja, cidade e bairro; Arquidiocese de Porto Alegre e Diocese de Osório já contam com a facilidade

Durante centenas de anos, sempre foi o badalar dos sinos que informou às famílias sobre quando e onde seria a próxima missa. Com o aumento das cidades e a necessidade de deslocamento, foi necessário que a tecnologia reinventasse o sino. Desde julho de 2019, quando foi lançado na Arquidiocese de Porto Alegre, o site Sineiro.com ajudou milhares de pessoas a encontrarem a missa mais próxima do lugar onde estavam.

A Diocese de Osório passou a contar com o serviço em janeiro de 2020, porém diante da pandemia do coronavírus (COVID-19) e em atenção às recomendações das autoridades sanitárias e de saúde, todos os horários de missas do Sineiro foram desativados, como forma de incentivar que pessoas que pertencem ao grupo de risco (idosos e pessoas com doenças crônicas) permanecessem em casa, colaborando com a prevenção à disseminação do vírus em todos os municípios em que está presente, indiferentemente de haver missas sendo celebradas.

Agora, com a chegada da campanha de vacinação, o Sineiro.com retorna com uma versão atualizada e com novas funcionalidades. O novo Sineiro possibilitará, em breve, que qualquer pessoa faça doações on-line às igrejas, de forma simples e segura. Outra novidade desta versão será a possibilidade de Arqui(Dioceses) e paróquias alterarem os horários de missas ou outras informações em um Painel específico.

No endereço sineiro.com, o usuário poderá consultar as missas e localização de igrejas/comunidades de algumas paróquias da Diocese de Osório, que já encontram-se atualizadas na plataforma, tais como:

Arroio do Sal: Paróquia Nossa Senhora de Lourdes;

Capão da Canoa: Paróquia Nossa Senhora de Lourdes;

Cidreira: Paróquia Nossa Senhora da Saúde;

Dom Pedro de Alcântara: Paróquia Nossa Senhora do Amparo;

Imbé: Paróquia Bom Pastor;

Maquiné: Paróquia Santo André Avelino;

Osório: Paróquia Nossa Senhora do Caravaggio e Paróquia Nossa Senhora da Conceição;

Torres: Paróquia São Domingos e Paróquia São José Operário;

Tramandaí: Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes;

Três Cachoeiras: Paróquia São José;

Xangri-Lá: Paróquia São Pedro.

Morrinhos do Sul e Mampituba: Rede de Comunidade Senhor Bom Jesus

 

Além das paróquias da Diocese de Osório, integram-se à plataforma as 169 paróquias da Arquidiocese de Porto Alegre, o que corresponde a 50 municípios do Estado. O Sineiro também está presente no Instagram e Facebook pelo perfil @sigaosineiro.

 

Desafios urbanos

“O Papa Francisco vem reiterando em seu pontificado a necessidade de uma Igreja ‘em saída’ — ou seja, que vá ao encontro daqueles que ainda não conhecem Jesus Cristo. No Brasil, a CNBB já demonstrou que está atenta à complexidade dos novos ambientes urbanos com suas Diretrizes Gerais para a Ação Evangelizadora (DGAE), vigentes até 2023”, analisa Juliano Rigatti, criador da tecnologia.

“O Sineiro quer integrar Arquidiocese e Dioceses em todo o Brasil para ser um canal de comunicação acessível para todos, especialmente para aqueles não sabem chegar ao site ou redes sociais das paróquias.”

 

Novas funcionalidades

“Eu estava na Serra Gaúcha no inverno de 2019, queria ir à missa, mas não sabia onde ficava a igreja, nem quais eram os horários das celebrações. Conversei com algumas pessoas e percebi que esta deve ser uma necessidade de milhões de brasileiros”, conta Juliano. “Temos o melhor da tecnologia disponível em todas as áreas de nossa vida. Era preciso que também a religiosidade fosse beneficiada, encurtando a distância entre as pessoas e o Sagrado”.

O Sineiro recentemente relançado apresenta novo design e funcionalidades que tornarão a experiência do usuário ainda mais completa. Além das missas presenciais, o sistema permitirá localizar as missas on-line mais perto do usuário. Na pesquisa, o novo Sineiro passará a oferecer a possibilidade de buscar por igreja, cidade e até bairro. Outro recurso, no futuro, será a possibilidade de dar “check-in” na missa e compartilhar nas redes sociais, o que pode servir de testemunho nestes novos tempos da comunicação.

 

Perguntas e respostas

Como funciona o Sineiro?
Assim que o site www.sineiro.com é acessado, ele informa, automaticamente, as missas mais próximas, em um raio de 1km do computador ou celular que está sendo usado.

Como serão atualizados os horários das missas?
O primeiro cadastro das igrejas e horários das missas é feito pela equipe do Sineiro. Depois, as paróquias recebem dados de acesso para gerenciar todas as informações, atualizar horários de missas e ainda incluir colaboradores.

Como as paróquias podem aderir?
O primeiro contato é feito, preferencialmente, com a Arquidiocese ou Diocese, que informa os dados de todas as paróquias para cadastro no Sineiro. A partir da adesão da Arquidiocese ou Diocese, todas as paróquias passam a fazer parte do serviço.

Quanto custará o Sineiro?
Para os usuários, o Sineiro é gratuito. Para as Arquidioceses e Dioceses, há um custo de uma licença anual. Após a adesão da Arquidiocese ou Diocese, as paróquias usam o serviço gratuitamente.

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.