Notícias da diocese › 29/02/2020

Seminaristas da Diocese de Osório participam de Retiro em Nova Santa Rita

Em Nova Santa Rita, na região metropolitana de Porto Alegre/RS, cinco seminaristas da Diocese de Osório – Seminário Maior Rainha dos Apóstolos -, acompanhados do reitor do Seminário, Pe. Rodrigo Schüler de Souza, encontram-se em retiro entre os dias 26 de fevereiro e 1º de março, no Sítio Notre Dame.

Participam do Retiro os seminaristas Rodrigo, Silvio e Assis, da etapa do discipulado. Ederson e Jackson, da etapa de configuração. Em sintonia com os irmãos seminaristas em experiência missionária no Amazonas, Edivan e Edson.

A pregadora do Retiro é a Ir. Maria Luiza Morschel, SND, que conduz a proposta “Tecer a maturidade em Cristo”. De acordo com a Ir. Maria Luiza, o grupo acolheu com generosidade e docilidade a indicação de fazer os exercícios espirituais em silêncio.

“Tecer a maturidade em Cristo é um processo que exige perseverança, examinar a própria vida, de contemplar, meditar, rezar. Trata-se de um momento forte de realimentar a chama do amor e da fé, reavivar os valores e reconfirmar a opção de vida”, afirma Ir. Maria Luiza, destacando que a “Palavra semeada e cultivada no coração da pessoa transforma-a e fortifica-a, para se tornar um novo Cristo para os irmãos e irmãs que encontram na vida em missão”.

O Retiro para os seminaristas, que acontece todo início de ano, é tempo de rezar, avaliar e discernir. O reitor do Seminário, Pe. Rodrigo, explica que “no silêncio e contemplação é possível se reconfigurar no caminho do seguimento a Jesus Cristo.”.

“Também é momento de nos sentirmos fraternidade orante e comprometida com o Evangelho, para estarmos fortes e esperançosos durante a caminhada do ano que se coloca para cada um na sua etapa formativa. Como formador, acompanho cada momento, vivo com os seminaristas essa experiência de recolhimento e oração”, conta o reitor.

Ao longo do retiro, o grupo contará com a presença do bispo da Diocese de Osório, Dom Jaime Pedro Kohl, e de um padre para direção espiritual e confissão. Além da pregadora do retiro, Ir. Maria Luiza, que é considerada uma excelente profissional e, além de religiosa, é psicóloga, o que permite orientar os seminaristas para uma maior maturidade espiritual e emocional, seguindo o modelo de oração inaciana, com intenso valor na tradição da Igreja.

Entre os seminaristas participantes, o jovem Ederson, no final da etapa de configuração e cursando o quarto ano de Teologia em 2020, compartilha um pouco da experiência vivida nesses dias retirados para si.

“‘Tecer a maturidade em Cristo’ é um processo contínuo de busca, de exercício, de paciência e, principalmente, de fé. Após recarregar as energias em um período de férias nas comunidades de nossa Diocese, vivenciamos esta experiência contemplativa segundo os moldes dos exercícios espirituais de Santo Ignácio de Loyola. Este método oracional tem por objetivo ser um caminho processual de transformação, tanto interior como exterior”, partilha Ederson, ao mesmo tempo que em prece roga ao bom Deus para que derrame sobre este ano as bençãos necessárias para o anúncio e testemunho do Reino. E convida a todas/os para rezarmos para que o senhor da messe envie mais operários.

Após o término do Retiro, os seminaristas retornam para o Seminário Maior em Viamão, onde residem e retomam seus estudos acadêmicos e de formação, paralelos aos compromissos pastorais em algumas paróquias.

 

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.