A Voz do Bispo › 03/01/2020

Acolher bem é evangelizar!

A celebração da Epifania lembra os Reis Magos que chegam a Jerusalém em busca do recém-nascido para prestar-lhe homenagem e acabam encontrando-o na pequena Belém, na mais completa simplicidade, nos faz lembrar as milhares de pessoas que chegam em nossas cidades balneárias buscando um pouco de frescor e descanso, quem sabe, inconscientemente, um pouco da luz de Jesus e podem acabar por encontrá-la onde menos esperam.

Nesse tempo de veraneio, nossa Diocese se torna casa de encontro entre irmãos que chegam de todos os recantos do Rio Grande do Sul e de outros estados do Brasil. Esses encontros se dão espontaneamente nas casas entre vizinhos e parentes, numa roda de chimarrão, numa caminhada na praia, num banho restaurador de mar, nas celebrações comunitárias, nas conversas de praça… Todo espaço onde se acolhe, conversa e partilha um pouco da própria vida é lugar de encontro com a luz de Jesus.

Como Diocese de Osório, queremos muito acolher bem o povo que chega para suas férias. Principal espaço de acolhida é a celebração eucarística, onde fazemos a experiência de sentir-nos acolhidos por Cristo e consequentemente provocados a acolher-nos uns aos outros.

Muitos chegam cansados e deprimidos. As férias são uma oportunidade para retomar a própria vida e aliviar o fardo cotidiano. Comunidades acolhedoras, dispostas a aproximar e ajudar as pessoas facilitam o encontro com Aquele que nos garantiu que o “seu jugo é suave e o seu fardo é leve” (Mt 11,30).

É nosso desejo favorecer às pessoas desfrutar uma experiência de comunhão e partilha, único jeito de libertar-se do estafante corre-corre dos compromissos cotidianos. Sair do ambiente e relaxar um pouco é um meio de revigoramento que favorece até mesmo para ouvir melhor a voz do Senhor: “Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, irei ter com ele, cearei com ele e ele comigo” (Ap 3,20).

São muitas as formas de rezar. Nelas, as pessoas encontram sua resposta à vontade de intimidade com Deus, encontro capaz de renovar e revigorar a vida. Contudo, nada é mais eficaz que a Santa Missa. Para facilitar o acesso a essa experiência restauradora a Diocese de Osório, neste ano, oferece a possibilidade de buscar o horário mais favorável através do site: www.sineiro.com Basta um clique e encontra o local mais próximo e o horário preferido para o seu encontro com Deus. A estrela que indica o caminho do encontro com o enviado do pai, com Aquele que nos vem trazer a paz, hoje, pode ser o Sineiro.

É consenso que as pessoas, livres de compromissos profissionais, em tempos de férias, como é o caso da temporada de veraneio, estão mais dispostas e abertas a uma revisão serena da própria vida e mais dispostas a retomar sua caminhada. É nosso desejo favorecer que possam encontrar aqui um oásis de paz.

Acreditamos que acolher bem já é evangelizar. Sempre há os dois lados da medalha: acolher e ser acolhido. Portanto, é um caminho de mão dupla. Todos podem fazer a experiência enriquecedora de acolher e ser acolhido.

Como nos ensina a carta aos Hebreus: “Continuem a amar uns aos outros como irmãos em Cristo. Não deixem de acolher bem aqueles que vem, pois alguns que foram hospitaleiros receberam anjos, sem saber” (13. 1-2). Nessa troca nos tornamos mais humanos, mais evangelizados e mais evangelizadores.

Sim, acolher bem, também, é evangelizar!

 

Textos bíblicos: Is 60, 1-6; Mt 2, 1-12; Sl 71(72).

 

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.