Impressões da Visita Pastoral na Paróquia São Domingos de Torres

A Paróquia São Domingos de Torres recebeu a Visita Pastoral do bispo da diocese de Osório, dom Jaime Pedro Kohl, entre os dias dias 27 de setembro e 1 de outubro. A Paróquia tem por pároco o Pe. Leonir Alves, vigário paroquial o Pe. Almo Köhler e os diáconos Arnaldo José de Mello e Paulo José Machado.

Confira abaixo os principais destaques e impressões do bispo diocesano sobre a Visita:

“A caminhada de visitação continua. Na semana passada, de quarta a domingo, 27/9 a 1 de outubro, foi a vez da Paroquia São Domingos de Torres ser objeto da minha atenção. Foi uma semana intensa de encontros. Encontrar pessoas é sempre enriquecedor tanto para quem visita como para quem é visitado.

Iniciamos a visita com Celebração Eucarística na comunidade Santa Luzia (sede da paroquia), às 19h e, logo após, reunião com o Conselho de Pastoral Paroquial – CPP e lideranças de todas as comunidades. Esse é sempre o encontro mais importante por ocasião da visita que tem como objeto de conversa sobre o Plano de Pastoral Diocesano e Paroquial.

O dia seguinte, 28, pela manhã, visita ao Presídio Feminino de Torres com o grupo da Pastoral Carcerária, onde conversamos com a direção e visitamos as celas das detentas e ouvimos a respeito de suas atividades. Lembramos a palavra de Jesus: estive preso e me visitaste. Pela tarde, depois de uma reunião com a direção da Rádio Maristela, visitamos o trabalho de Apoio Socioeducativo no Bairro Curtume e a Pastoral da Caridade que funciona no mesmo bairro. Às 17h,  reunião com o Prefeito e, às 18h, Santa Missa na Igreja São Domingos.

Dia 29, pela manhã, visita com celebração eucarística na Comunidade Terapêutica Renovar. Às 10h30min, entrevista na Rádio Maristela sobre a Visita Pastoral. Pela tarde, visita à Escola São Domingos e, às 17h30min, Santa Missa no Hospital Nossa Senhora dos Navegantes e visita com benção aos doentes e colaboradores.

Sábado de manhã, às 9h30min, Santa Missa no Lar dos Velhinhos. Pela tarde, atendimento aos que desejassem conversar com o bispo. Às 18h, Missa com Crisma no bairro Curtume e, às 19hs30min, Missa com Crismas na comunidade do Faxinal.

Domingo pela manhã, às 9h, Santa Missa com Crismas no bairro São Jorge e, às 10h30min, Santa Missa com Crismas para mais de 70 adolescentes e jovens na igreja Santa Luzia. Pela tarde, às 18h, Missa com Crismas na comunidade do Igra e, às 19h30min, também Missa com Crismas no bairro Stan.

Minhas impressões são bastante positivas da caminhada que esta Paróquia vem fazendo. Ressalto a dedicação dos padres, diáconos e lideranças que estão à frente das pastorais, conselhos e serviços

A construção do seu Plano de Pastoral Paroquial ressalto a sintonia com o Plano Diocesano e a riqueza de ações eleitas muitas delas já em andamento.

Percebe-se uma riqueza de atividades pastorais, serviços e formação catequética que precisam continuar se aprimorando com a nova sistemática da Iniciação à Vida Cristã. Vemos como importante o uso da Bíblia e sua metodologia de Leitura Orante da Palavra, a preocupação com o lugar da catequese e o engajamento gradual nos grupos e contato com as realidades sociais.

Algumas comunidades podem melhorar a sua participação. Apoio e encorajo a ideia do Diácono Paulo de marcar presença nas comunidades mais afastadas, ao menos um meio dia por semana, para articular a evangelização e a ação missionaria.

Convido a retomar a Pastoral da Criança, especialmente, nos bairros mais pobres em sintonia com atividades já existentes como no bairro Curtume e outras aproveitando as estruturas dos salões existentes.

Louvo a Deus pela quantidade de grupos de jovens e sua integração com os crismandos visando seu engajamento progressivo. Assim também a iniciativa da Infância Missionária e o incentivo ao grupo de coroinhas. Seja uma que outra podem crescer e chegar a outras comunidades.

Sugiro que a comunidade Santa Luzia, sede da Paróquia, que goza de uma infraestrutura excelente possa se interessar e apoiar outras comunidades que necessitam de ajuda seja na pastoral como na infraestrutura.

Com relação a Pastoral do Dízimo senti na reunião com as lideranças que tem muito caminho a fazer, tem potencial para muito mais e um dos caminhos importantes para isso são as equipes do dízimo em cada comunidade e um certo investimento na preparação dos responsáveis.

Uma das iniciativas importantes da caminhada da Diocese são os Grupos de Família. Tenho impressão que arrefeceu um pouco e sugiro uma maior atenção e incentivo para os mesmos.

A presença das duas congregações religiosas que atuam no campo da saúde e educação é um sinal importante de ação da Igreja e que precisam ser valorizadas e integradas na pastoral orgânica, mesmo que juridicamente falando, gozam de toda autonomia.

O número de casais à frente de serviços e coordenações está a dizer a importância do movimento e, ao mesmo tempo, a tomada de consciência que precisam sempre mais se colar em saída para o envolvimento com as atividades das suas comunidades.

A quantidade de grupos de jovens sugere a necessidade de continuar investindo na articulação do Setor Juventude Paroquial para se fortalecerem e aperfeiçoarem sua atuação e visibilidade. Os exorto a abrirem sempre mais seu coração generoso e sensível às realidades que clamam por solidariedade.

Liturgicamente, nota-se uma boa preparação dos ministros e leitores e preocupação das comunidades em oferecer celebrações bem preparadas.  Sugiro que estudem a possibilidade de abrir mais vezes as igrejas e estimular o hábito da oração pessoal e a visitação ao Santíssimo Sacramento.

Bonita a participação de famílias inteiras (pais e filhos) nas celebrações.

Percebesse um grande esforço da PASCOM na divulgação das ações, eventos e celebrações. Positivo o fato que tomaram consciência que o seu trabalho deve prosseguir no aprofundamento da sua missão de educação para a comunicação.

São Domingos exímio pregador e amante dos pobres e necessitados interceda e ilumine as comunidades dessa Paróquia no desenvolvimento das suas potencialidades, ajude a crescer na comunhão de umas com as outras e com a Diocese como um todo.  

Muito obrigado pela acolhida e carinho demonstrado e que Deus abençoe a todos.

Dom Jaime Pedro Kohl, bispo da diocese de Osório.”

Fotos: Pastoral da Comunicação (PASCOM) da Paróquia São Domingos – Torres

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.