Dom Jaime Pedro fala sobre a Visita Pastoral em Terra de Areia

A Paróquia São Pedro de Terra de Areia, que tem por pároco o Pe. Ceverino Craco, recebeu a Visita Pastoral do bispo da diocese de Osório, dom Jaime Pedro Kohl, entre os dias dias 8 e 11 de novembro. Confira abaixo os principais destaques e impressões do bispo diocesano sobre a Visita:

“A caminhada da Visita Pastoral continua. Neste final de semana, de 8 a 11, foi a vez da Paróquia São Pedro, que compreende as comunidades do município de Terra de Areia, criada em 28 de janeiro de 1975 e conta hoje com 8 comunidades e uma população aproximada de 10 mil habitantes.

No dia 8, quarta-feira, pela tarde celebramos a Missa da Saúde na igreja São Pedro, sede da Paróquia.

No segundo dia, 9, quinta-feira, pela manhã, visitamos alguns doentes, Antônio e Ademeu, pessoas de fé simples e profunda, seja eles, como os familiares que os cuidam. Saímos edificados. Depois um breve contato com os territórios periféricos da cidade.  De tarde, em um primeiro momento, visita à APAE da cidade e, depois, visita a uma jovem enferma a mais de 20 anos, Niara, que hoje tem 28 anos. A dedicação da mãe e vizinhos impressionam pela fé e carinho prestado. Sugiro que seja um santuário a ser visitado, especialmente, pelos jovens. Certamente valorizariam mais a vida. À noite, encontro com o Conselho de Pastoral Paroquial (CPP) e lideranças das comunidades, onde depois de um momento de Leitura Orante da Bíblia, conversamos sobre o Plano de Pastoral da Paróquia à luz do Plano Diocesano.

No dia 10, sexta-feira, na parte da tarde, visita de conhecimento das estruturas nas comunidades que não teriam celebração durante minha visita. Às 18h, visita e conversa com o prefeito e seus assessores. E, às 20h, momento de prece no Terço dos Homens.

No sábado, 11, pela manhã, visita aos seminaristas em acampamento nas proximidades. Pela tarde, celebração eucarística na comunidade de Sanga Funda, às 15h e, após, na comunidade Perpétuo Socorro às 16h30min.

Às 20h, santa missa com Crisma de 90 adolescentes e jovens na igreja São Pedro, sede da Paróquia.

Levo impressões positivas da caminhada da Paróquia, apresento algumas como sugestões.

O povo está contente com seu pároco e tece contínuos elogios, especialmente, pelas obras realizadas tanto na sede como nas comunidades rurais. Sua dedicação é grande e reconhecida por todos. Uma boa relação entre o padre e os fiéis que participam e colaboram com as iniciativas.

Uma das dificuldades que foi apontada muitas vezes na reunião com o CPP é a resistência das pessoas a assumirem funções de coordenação e serviços pastorais. Necessidade de preparar lideranças e achar jeitos para aceitarem fazer formação.

Quanto à catequese, a Paróquia está seguindo as orientações da Diocese para a Eucaristia e Crisma e dispondo-se a implantar a nova forma de preparação para o batismo.

Com relação aos Conselhos, a Paróquia não tem um Conselho para Assuntos Econômicos – CAE, mas funcionam as Equipes Administrativas. O dizimo é ainda muito fraco e precisa ser trabalhada a Pastoral do Dízimo. O forte pelo que entendi, ainda são as festas, como meio de manutenção. Sugiro que se constitua um CAE paroquial.

Se fosse possível na dinâmica dos ministérios incentivar os coroinhas, pois pode ser um caminho para o surgimento de vocações à vida consagrada e sacerdotal. O momento é propício para uma equipe vocacional.

Quanto aos jovens, ver de viabilizar a concretização do grupo de jovens (JS) pedido pelas jovens ou outra forma que os faça protagonistas da sua formação.

Positiva a presença e atuação do Bom Pastor e continuar motivando e articulando o Encontro de Casais com Cristo – ECC como escola para líderes comunitários. Tem muito campo para os casais atuarem na Paróquia.

Quanto as Pastorais Sociais, dar apoio e incentivo, ajudando a encontrar novos líderes para atuar na Pastoral da Criança.

Aproveitar os Grupos de Famílias para marcar presença da Igreja nas periferias: achar jeito para animar os animadores e buscar novos.

Hoje, mais do que nunca, é bom e conveniente ter um grupinho de pessoas que assumam a PASCOM e participem da PASCOM diocesana.

Louvo a Deus pela caminhada positiva e animada desta Paróquia, agradeço a acolhida e carinho mostrados e invoco sobre todos e todas as mais copiosas bênçãos de Deus.

Dom Jaime Pedro Kohl

Bispo de Osório”

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.