Notícias da diocese › 27/07/2020

Diocese de Osório celebra os 90 anos de seu bispo emérito, dom Thadeu Gomes Canellas

Neste 28 de julho de 2020, o bispo emérito da Diocese de Osório, dom Thadeu Gomes Canellas, completa 90 anos de vida. Como primeiro bispo da Diocese de Osório, implantou toda a estrutura física e administrativa da nova diocese instalada em 16 de janeiro de 2000, serviço que prestou até 11 de março de 2007.

Nesta data, o clero da Diocese de Osório reúne-se espiritualmente ao seu bispo emérito, dom Thadeu, para louvar o Senhor Deus por seus 90 anos de idade.

De acordo com o bispo diocesano, dom Jaime Pedro Kohl, que sucedeu dom Thadeu, todos os presbíteros se sentem gratos por sua acolhida e atenção. Dada a situação de distanciamento social que todos somos chamados a observar e as condições de saúde (pessoa a risco), dom Thadeu pediu que todos os padres celebrem neste dia uma santa missa nas suas intenções.

Fazemos isso com alegria e convidamos todas as comunidades a unirem-se a nós em agradecimento pelos seus 90 anos de vida, pelo serviço prestado à Igreja, em especial a nossa Igreja Particular, a Diocese de Osório“, convida dom Jaime e, ao mesmo tempo, pede “que o bom Deus, Pai providente, o conforte com sua graça e retribua com abundantes bênçãos.”.

 

90 anos compartilhados

O próprio dom Thadeu nos conta direto da sua residência onde está recolhido na Morada dos Anjos, no bairro Bela Vista, em Osório, como está sendo a sua vida emérita após longa caminhada de presbítero e bispo.

Comentar 90 anos não é fácil. Uma longa vida que eu agradeço principalmente à graça de Deus. Me lembro que quando eu era jovem eu pensava que queria viver 70 anos, queria ver a passagem do milênio, se Deus deixasse“, lembra dom Thadeu.

Citando o Salmo 90, o bispo emérito recorda a passagem bíblica que diz que “a vida do homem na Terra é de 70 anos, se for muito forte, talvez chegue a 80, portanto estou devendo 10 anos a Deus de graça, passei dos 70 e chego aos 90“, agradece dom Thadeu.

Mesmo no avançar da idade, sua rotina segue os traços da sua personalidade, homem disciplinado gerenciando seu tempo, cuidados de saúde e bem-estar. Nos últimos anos, visitas de amigos enriqueceram seus dias em sua chácara florida e arborizada com uma das vistas mais lindas da cidade de Osório e de suas lagoas, o alto do Morro da Borússia, dom Thadeu descansa e preenche seus dias com leituras, estudos, hábitos saudáveis e firme na oração que o acompanha desde tenra idade.

Uma fato da minha vida que trago até hoje é rezar a Salve Rainha. No dia 6 de abril de 1938, eu com sete anos, na minha Primeira Comunhão, o Cônego Pedro Wagner pediu ao me entregar um escapulário que rezasse uma Salve Rainha todos os dias. Até hoje nunca deixei de rezar“, conta o bispo emérito afirmando que a vida para ele é metódica.

Um vídeo caseiro foi gravado a pedido da Assessoria de Comunicação da Diocese de Osório, no qual dom Thadeu compartilha conosco da celebração da sua vida e do seu dia-a-dia. Acompanhe:

Trajetória de vida e missão

Dom Thadeu é natural de Gravataí, Rio Grande do Sul. Nasceu no dia 28 de julho de 1930. Filho de Salvador Canellas Sobrinho e Maria Antonina Gomes Canellas. Terceiro filho de nove irmãos, dois dos quais come ele, seguiram o caminho do ministério sacerdotal: o Pe. Alceu (in memoriam) e o Pe. Amadeu.

Foi batizado no dia 10 de agosto de 1930 e fez a primeira comunhão eucarística em 4 de abril de 1938. Ingressou no Seminário Menor de Gravataí em março de 1947. Em março de 1949 iniciou o curso de Filosofia no Seminário Maior em São Leopoldo.

Em agosto do mesmo ano foi para Roma, no Colégio Pio Brasileiro, onde concluiu a Filosofia e cursou a Teologia. Em 1955 foi ordenado Diácono. E no dia 25 de fevereiro de 1956, recebeu a ordenação presbiteral.

Ordenação presbiteral e primeira Missa em Roma

De 1957 a 1959 exerceu seu ministério como coadjutor (vigário paroquial) na paroquia Nossa Senhora da Saúde, no bairro Teresópolis, Porto Alegre. Em 1960, foi liberado para acompanhar, como assistente espiritual,  a Juventude Universitária Católica.

Em 1961 é nomeado pároco da Paróquia Cristo Redentor em Porto Alegre, onde ficou por 12 anos. Em 1973 foi transferido à Paroquia Nossa Senhora da Piedade, onde viveu sua missão de pároco por mais 11 anos.

Em novembro de 1983 nomeado bispo auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre e, em 25 de fevereiro de 1984 (mesmo dia de aniversário da sua ordenação sacerdotal), recebeu a ordenação episcopal.

Ordenação episcopal em 1984, dom Thadeu abraçado à sua mãe Antonina Gomes Canellas

No dia 16 de janeiro de 2000, com a instalação da Diocese de Osório passou a Bispo Diocesano da nova diocese até 11 de março de 2007.

Posse como bispo da Diocese de Osório na Catedral Nossa Senhora da Conceição em 16 de janeiro de 2000

Veja mais:

 

1 Comentário para “Diocese de Osório celebra os 90 anos de seu bispo emérito, dom Thadeu Gomes Canellas”

  1. Glaci Ourique de Oliveira disse:

    Parabéns pelos seus 90 anos de vida, Don Tadeu. Com certeza, um privilégio negado a muitos. Que o Senhor Deus todo poderoso continue lhe abençoando com muita saúde, paz, amor e sentimento do dever cumprido. A sua trajetória de vida é muito rica em experiências e dedicação às missões que lhe foram confiadas. Exercer a vocação do sacerdócio não é fácil pelas renúncias que ela exige. Parabéns por isso também!

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.