Notícias da diocese › 14/04/2021

Bispo da Diocese de Osório e bispos do Rio Grande do Sul avaliam a 58ª Assembleia Geral da CNBB

Desde segunda-feira, 12 de abril, arcebispos e bispos de todo o Brasil participam da 58ª Assembleia Geral da CNBB. Do Rio Grande do Sul, os arce/bispos das 18 arqui/dioceses estão no encontro que, pela primeira vez na história, acontece totalmente virtual.

Este ano, o tema central da Assembleia é “Casa da Palavra: animação bíblica da vida e da pastoral a partir das comunidades eclesiais missionárias”

Dom Jacinto Bergmann, Arcebispo de Pelotas, é o Bispo Referencial no Regional Sul 3 para a Animação Bíblico-Catequética. Ele explica que “no primeiro dia da Assembleia já foi apresentado o Tema Central sobre a Animação Bíblica da Pastoral. Neste segundo dia a Comissão do Tema está aperfeiçoando o texto para que amanhã seja aprovado como documento. A preocupação da CNBB em olhar com carinho a Animação Bíblica da Pastoral é fundamental”, ressalta Dom Jacinto.

Segundo ele, “Cada vez mais devemos animar toda a nossa vida e ação de batizados com a Palavra de Deus. Ela é viva e eficaz, como diz a própria Sagrada Escritura. Pela Palavra de Deus saberemos por onde andar, como diz o canto das comunidades”, conclui o arcebispo.

Outro participante da Assembleia é Dom Jaime Pedro Kohl, da Diocese de Osório, que avalia o encontro de forma muito positiva:

A minha impressão do dia de hoje de nossa Assembleia me pareceu estar em Aparecida, no mesmo ritmo de trabalho como se fosse presencial, com vários temas apresentados e com seus respectivos encaminhamentos. É um ritmo bem puxado, mas estou contente por ver que o trabalho está rendendo e com muita serenidade. A presidência distribuiu as funções e estão conduzindo tudo muito bem e com liberdade de manifestação”.

Dom Liro Vendelino Meurer, de Santo Ângelo, destaca que, apesar da modalidade virtual, a Assembleia conclui seu segundo dia com muita serenidade. “Está muito bom pois é um encontro de fraternidade, de amigos e de pastores. Tratamos assuntos de conjuntura social e eclesial. Também os mais diversos assuntos em relação a projetos de comunhão e partilha. Rezamos juntos, dialogamos e estamos em sintonia com todos que sofrem neste momento pela Covid 19”, aponta Dom Liro.

Segundo dia

A pauta desta terça-feira iniciou com a apresentação e aprovação da Mensagem ao Papa Francisco. Em seguida, outros destaques foram o Pontifício Colégio Pio Brasileiro, a Comissão para a Doutrina da Fé e a 6ª Semana Social Brasileira, promovida pela CNBB conjuntamente com as pastorais sociais e movimentos populares, com o tema central “Mutirão pela vida: por terra, teto e trabalho”.

Nesta terça-feira, os bispos da 58ª Assembleia Geral aprovaram também a realização do Ano Vocacional, em 2023 e ouviram um balanço do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS), da Campanha da Fraternidade.

Na parte da tarde, o episcopado acolheu a presidência do Celam e debateu sobre a Campanha da Fraternidade do próximo ano. Outros assuntos que seguiram foi o Pacto pelo Brasil e o Congresso Eucarístico Nacional, programado para 2022.

 

Fonte: CNBB Sul 3

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.