As impressões sobre a Visita Pastoral em Tramandaí e Imbé

A Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes composta por Tramandaí e Imbé, que tem por pároco o Fr. Irineu Trentin, vigários paroquiais, os freis Lauvir José Secco e Romualdo José Breda e diácono permanente Gilberto de Castilhos, recebeu a Visita Pastoral do bispo da diocese de Osório, dom Jaime Pedro Kohl, entre os dias dias 1 e 5 de novembro.

Confira abaixo os principais destaques e impressões do bispo diocesano sobre a Visita:

“Na semana que passou de quarta-feira a domingo, 1 a 5 de novembro, estive visitando a maior paróquia da nossa Diocese de Osório, a Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes de Tramandaí e Imbé. Segundo as projeções das autoridades dos municípios são mais de 80 mil pessoas. São 26 comunidades constituídas, atendidas pela comunidade religiosa dos Freis Capuchinhos. Hoje são três freis que dão conta do recado.

O primeiro dia, 1, quarta-feira pela manhã, realizamos visita ao prefeito de Tramandaí, acompanhado pelo Frei Irineu, o Diácono Antônio e o casal coordenador do Conselho Pastoral Paroquial (CPP). Pela tarde, visitamos o prefeito de Imbé. Conversas interessantes sobre as mais variadas questões sociais, políticas e econômicas dos municípios, sobre seus desafios e perspectivas de governo. Às 20h, encontro com as coordenações e lideranças da Paróquia, como: CPP, Conselho para Assuntos Econômicos (CAE), Ministros Extraordinários da Eucaristia, catequistas, Encontro de Casais com Cristo (ECC), Renovação Carismática Católica (RCC), Apostolado e Capelinhas). Estiveram presentes mais de 80 pessoas. Depois de um momento de oração por meio da Leitura Orante da Bíblia, conversamos sobre o Plano de Pastoral Diocesano e Paroquial.

No dia 2, quinta-feira pela manhã, dia de finados, santa missa com o povo no cemitério municipal em sufrágio das almas. E, às 19h, Celebração Eucarística de Finados, na Igreja Nossa Senhora dos Navegantes.

No terceiro dia, 3, sexta-feira pela manhã, atendimento ao povo e entrevista na Rádio Itaramã. Pela tarde, visita à Associação dos Aposentados e, depois, ao Sindicato dos Pescadores. Seguimos visitando alguns doentes de grave enfermidade. Às 18h, entrevista na Rádio Comunidade e, às 20h, Santa Missa com Crismas aos jovens e adolescentes de algumas comunidades na Igreja São José.

No sábado, 4, estive acompanhando o Encontrão dos Grupos de Famílias em Morrinhos do Sul e, no final da tarde, Celebração com Crisma de jovens e adolescentes de algumas outras comunidades na Igreja Nossa Senhora dos Navegantes.

No domingo, às 10h, Celebração com Confirmação da fé batismal dos jovens e adolescentes das comunidades que pertencem ao território do município de Imbé, na comunidade de Nossa Senhora Medianeira. Pela tarde, às 19h, Santa Missa na Igreja Nossa Senhora dos Navegantes, onde damos o mandato a alguns novos Ministros Extraordinários da Eucaristia e renovação dos já atuantes.

Minhas impressões sobre a caminhada desta paroquia:

A primeira constatação é que é uma Paróquia muito grande, com muitos desafios, muitas atividades em andamento, muitas situações de precariedade e pobreza de uma parte da população. O número de comunidades organizadas com suas estruturas e pastorais torna difícil um acompanhamento adequado por parte dos freis que muito se dedicam apesar da idade de dois deles. Mas, graças ao bom Deus, contam com um bom grupo de leigos e leigas comprometidos nos vários ministérios e serviços.

Com relação ao Plano Pastoral que a Paróquia se deu, pude constatar um esforço grande por parte da coordenação da catequese em se adequar a nova proposta da Diocese, seja na preparação à Eucaristia e Crisma, como também ao Batismo. O material adotado, a Leitura Orante da Bíblia, o melhoramento dos espaços de catequese, algumas visitas aos pais de batizandos, são sinais deste empenho.  

Com relação às Pastorais Sociais, embora tenha um bom trabalho com a Pastoral da Criança, carece de lideranças dispostas a trabalhar nesta Pastoral que tem uma quantidade grande de crianças em situação de pobreza. Exorto a continuar convidando pessoas para se somarem as já atuantes. Assim também a Pastoral da Pessoa Idosa, a partir da formação feita, tem condições de sair em visitação dos idosos que devem ser muitos. Sempre positivo o trabalho do Projeto Margarida que atende às famílias economicamente carentes.

Louvável a participação e o esforço do CPP e do CAE em contribuir com o pároco para regularizar a situação jurídica das áreas e construções, como também a boa disposição a ajudar aquelas comunidades que precisam de apoio para terminar suas estruturas físicas ou melhorar outras. A respeito do dízimo, constatei a necessidade de continuar investindo na Pastoral do Dízimo.

Uma paróquia que tem sua riqueza e jeito próprio, que vem de sua história e presença da congregação religiosa dos Capuchinhos com sua espiritualidade franciscana. Tem um potencial muito grande a ser desenvolvido.

Liturgicamente carece de uma coordenação paroquial que possa ajudar na criatividade. Positiva a preparação de novos Ministros Extraordinários da Comunhão e renovação dos já atuantes, praticamente em todas as comunidades. O ministério de coroinhas poderia ser incentivado, ao menos em algumas comunidades. Quem sabe com as crianças da catequese de 1ª Eucaristia.

Quanto a Missão e os Grupos de Famílias que são aproximadamente 30 grupos, praticamente um por comunidade, está a dizer que também precisam ser incentivados e provocados através de alguma investida missionária.

A respeito das juventudes sugiro que aproveitando o embalo dos mais de 100 jovens crismados por ocasião da Visita Pastoral se tome alguma iniciativa para oportunizar o surgimento de algum grupo de jovens como a Juventude Missionária, por exemplo, com vistas a dar continuidade a sua formação humano e cristã.

Quanto aos casais está vivo e atuante o Encontro de Casais com Cristo (ECC) e como movimento a Renovação Carismática Católica (RCC). A Pastoral da Comunicação está empenhada em dar visibilidade aos acontecimentos da Paróquia, tem o seu informativo paroquial de qualidade e exortamos a continuar acompanhando as propostas da PASCOM diocesana.

Muito agradecido pelos momentos de convivência com os freis, do carinho e acolhida das comunidades, dos gestos de atenção e manifestações de estima e apreço, invoco sobre todos e todas as mais copiosas bênçãos e peço a caridade de uma prece.”

Fotos: Pastoral da Comunicação da Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes – Tramandaí e Imbé

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.